11/07 ~ Marcos Sacramento

‘Drago’, novo CD de Marcos Sacramento, revela faceta de compositor do cantor. Primeiro disco de inéditas depois de cinco anos (o último foi “Autorretrato” – 2014) o álbum tem todas as músicas assinadas por ele, solo ou com parceiros, e chega ao Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia, com show no dia 11 de julho, às 19h30.

O CD foi totalmente financiado por crowdfunding, pela plataforma Catarse. O financiamento coletivo ficou aberto por dois meses e foi a primeira experiência do músico, de 58 anos e mais de 30 de carreira, com este tipo de captação de recursos. “Drago” é uma homenagem a um quase amor de anos atrás e primeira música de trabalho do álbum, parceria com Paulo Baiano.

Mas o que significa “Drago”? Esse é o nome deu m rapaz franco-marroquino cujo olhar contemplativo de Sacramento rendeu-se pela beleza misteriosa do corpo moreno deitado nas areias do Mediterrâneo. Em “Drago”, Marcos revela uma visão aguçada para o mundo que o cerca, desde a ressaca da quarta-feira de cinzas de um carnaval onde o coração termina incinerado em “Bolero de cinzas”, parceria com Marcelo Caldi.

No roteiro do espetáculo estão ainda clássicos como “Cai dentro” (Baden Powell/ P.C. Pinheiro), Sertaneja (René Bittencourt) essa em versão alucinadamente roqueira e Baião da Penha (Guio de Moraes/David Nasser).

O cantor divide o palco com sua nova banda: Luiz Flavio Alcofra, violão e direção musical; Netinho Albuquerque e Daniel Boechat, percussões; Glauber Seixas, guitarras e Leandro Vasques, baixo e vocais.

“(…) A ideia da distância, do desencaixe, marca de diferentes formas os versos do disco (…) sobre tudo isso, o canto de Sacramento, que domina técnica, malícia, ritmo e sensibilidade (…)”, escreveu Leonardo Lichote em sua crítica para o Jornal O Globo.

A presença explosiva e sedutora de Sacramento em cena, convida o público a uma viagem, ao mesmo tempo, reflexiva, divertida, perturbadora e contemplativa, sensações provocadas pela voz quente e poderosa desse que já é considerado um dos maiores intérpretes da Música Popular Brasileira contemporânea.


Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 11 de julho (Quinta). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$ 60,00 (Inteira), R$ 40,00 (Promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 30,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/TeatroRival_Ingressos2GIaEKp  Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo