Juninho Thybau – Show da turnê “Nosso Jeito”

Juninho Thybau

Show da turnê “Nosso Jeito” integra o giro de lançamento do EP já disponível para o público

No dia 30 de maio, quarta-feira, a programação do Teatro Rival Petrobras dá voz à linhagem nobre do samba, Juninho Thybau sobe ao palco nossa consagrada casa com a turnê “Nosso Jeito”. O show que integra o giro de lançamento do EP “Nosso Jeito”, disco que já está nas plataformas digitais e o avaliza no mundo do samba.

No repertório do show que será apresentado no Teatro Rival Petrobras, além dos sucessos das rodas como “Filhos de Jorge” ( Ronaldo Camargo, Juninho Thybau e Jorjão) e da já citada “ A Vitória Demora Mais Vem” (Juninho Thybau, Anderson Baiaco e Luis Caffe), tem os sambas inéditos “Água de Moinho” (Wagner Nascimento e Mosquito), “ Nosso Jeito” (Raul Dicaprio, Juninho Thybau e Luis Caffe), “ Tem Quem Queira” (Juninho Thybau, Kiki Marcellos e Raul Dicaprio) e Será Que Sim, Será Que Não” (Leandro Fragonesi e João Martins).

Aliás, o EP conta com nomes de peso como Rildo Hora (produção), Fundo de Quintal (na batucada), Carlinhos 7 Cordas (no violão), Dirceu Leite (nos sopros), dentre outros nomes de categoria.

Neto de Thybau e filho de Beto Gago e sobrinho de Zeca Pagodinho, que dispensa apresentações, Juninho Thybau tem seu talento reconhecido no amor pela música, em especial, o samba. Não é à toa que são dele as composições “Faixa amarela”, “Se eu for falar de tristeza” e “Tempo de criança”, gravadas pelo tio famoso. Outras provas do talento desse representante da mais nova geração do samba é a música A Vitória Demora Mais Vem, gravada por Diogo Nogueira e Eu carrego o patuá, gravada por Mariene de Castro. E não para por ai! Ele também participou do CD Baú da Dona Ivone Lara, DVD do Quintal do Pagodinho e DVD Samba Social Clube da Nova Geração.

Saindo das influências da família, Grupo Fundo de Quintal, Cartola, Monarco, Noel Rosa, Nelson Cavaquinho e João Nogueira são alguns dos nomes que servem como referência para Juninho. Cantor e compositor, de alma e coração, com apenas 30 anos Juninho Thybau já tem uma trajetória respeitável dentro de lugares conceituados como “Cacique de Ramos” e “Pagode da Tia Doca”. Quando o assunto é Partido Alto, ele é considerado um dos principais nomes do gênero, sendo herdeiro e um dos responsáveis por dar prosseguimento à arte de improvisar.


Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 400 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia. Data: 30 de maio (Quarta). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Ingressos: Setor A – R$ 60,00 (inteira), R$ 30,00 (meia) | Setor B – R$ 50,00 (inteira), R$ 25,00. Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j. Bilheteria do Teatro Rival – Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h

*Meia entrada: Estudante, Idosos e Professores da Rede Pública